A diretoria da UEPP (União das Entidades de Presidente Prudente e Região) compareceu na manhã desta terça-feira (14) na sede do Comando de Policiamento do Interior-8 (CPI-8) de Prudente para entrega de documento com 30 solicitações ao deputado federal Guilherme Muraro Derrite, durante sua visita ao município.

 

 

Recepcionados pelo coronel Franco Nassaro, compareceram os integrantes Marcos Lucas, Flávio Fernandes, Rodrigo Romão, Osimar Sanches e João Piai. No ofício, quatro temas foram destacados: Infraestrutura e Saúde Pública; Inovação, Ciência, Tecnologia e Universidades; Guerra Fiscal e Regularização de Terras; e Turismo.

 

 

No primeiro item, a UEPP salientou sobre a participação efetiva da bancada paulista para manutenção do traçado da Ferrovia Norte-Sul; reimplantação do ramal Prudente x Rosana; intercessão para ampliação do Aeroporto de Presidente Prudente; reativação e modernização do Terminal Portuário Intermodal de Pres. Epitácio; construção de um terminal Portuário trimodal em Rosana; modernização do traçado ferroviário Pres. Epitácio x Ourinhos x Sorocaba e implantação de transporte público pelo VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos); introdução de ramal de bitola larga entre a cidade de Parapuã x Prudente; criação de um Porto Seco na 10ª Região Administrativa; investimentos em programas de estrutura de segurança pública; implantação de linhas de gasoduto na região Oeste Paulista; fortalecimento orçamentário das Santas Casas e credenciamento do Hospital Regional do Câncer no Sistema Público de Saúde (SUS).

 

 

 

Em ‘Inovação, Ciência, Tecnologia e Universidades’, foi solicitado recursos financeiros federais para apoio à Fundação Inova; efetivação do Parque Tecnológico de Prudente; implantação de um Centro Avançado de Estudos e Produção de Software do Oeste Paulista; fomento de graduação voltada à indústria; implantação de uma Universidade Federal na região Oeste Paulista; e a criação de um Centro de Pesquisa e Desenvolvimento para o Agronegócio.

 

 

Para o tema ‘Guerra Fiscal e Regularização de Terras’, visar Incentivo Fiscal na mesma proporção oferecida pelo Mato Grosso do Sul aos Tributos de competência da União; implantação ou ampliação de plantas industriais, máquinas e equipamentos, instalações, construção civil, matérias primas e embalagens; condicionar incentivos fiscais negociados pelo Governo para segmentos variados que se instalem no Pontal do Paranapanema; ações contra medidas ilegais aplicadas a empresas paulistas que vendem para o Mato Grosso do Sul; conceder incentivo fiscal para transportadoras, distribuidoras e transporte ferroviário; e estimular a pacificação da questão fundiária no Pontal do Paranapanema, através da ampliação do limite atual de 15 módulos fiscais para pelo menos 30.

 

Por fim, ao ‘Turismo’, a UEPP salientou a necessidade de projeto para que todos os destinos nacionais sejam conhecidos pelos estrangeiros; assim como, ações políticas para ampliação no crédito para novos empreendimentos turísticos; valorização de cursos técnicos para formação de mão de obra especifica a todo setor; e defesa de maior independência à atuação da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), como medida a garantir os direitos do consumidor.

 

Após a entrega, o deputado Capitão Derrite, como é conhecido, disse que levará o documento para análise jurídica de todo conteúdo, e na medida do possível, colaborar com o desenvolvimento da região. “De antemão, o deputado informou que nesta quarta-feira (15) conhecerá o Hospital do Câncer, garantiu que irá interceder reunião entre a UEPP e o Ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e também irá conversar com vice-governador, Rodrigo Garcia, para acelerar o Decreto da Regularização Fundiária”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *