O governo federal faz o repasse de R$51 milhões para ajudar as prefeituras do oeste paulista nessa época de queda de arrecadação e investimentos por causa do novo coronavírus e na mitigação de seus efeitos financeiros. Presidente Prudente receberá a maior parte dessa verba, sendo o total de R$22.319.663,83 no auxílio financeiro do programa federativo de enfrentamento ao coronavírus.

 

 

Conforme o governo federal, a verba será dividida em quatro parcelas. Prudente receberá mensalmente R$5.579.915,96. Segundo o secretário municipal de Finanças, Nivaldo Luchetti, “em abril, houve uma queda na arrecadação de 23%, mais de R$7 milhões; e em maio, 20%, cerca de R$6 milhões. Ou seja, em dois meses, perdemos uma arrecadação de quase R$14 milhões”, disse. “Essa verba servirá para pagar fornecedores, funcionários, empréstimos e recolhimentos diversos”, garante Luchetti.

 

 

Além desse recurso, a União também tem outros auxílios financeiros como repasses da reposição do FTM (Fundo de Participação dos Municípios) e quatro parcelas de R$828 mil, que dever ser destinado para o setor da saúde e Assistência Social. Entramos em contato com o secretário municipal de saúde, Valmir da Silva Pinto, e ele informou o município já recebeu a primeira parcela, e que contribuiu para pagamento de pessoal de UPAs e manutenção do Centro de Triagem.

 

 

Para o presidente da UEPP (União das Entidades de Presidente Prudente e Região), Marcelo Fritschy, para tanto, é preciso haver transparência de que forma os repasses serão investidos perante a população do município, incluindo gastos, programações e aplicações do recurso federal.

 

 

 

Fonte: Fronteira Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *