Embora Presidente Prudente ainda não registre casos positivos do Covid-19, o prefeito Nelson Bugalho destacou que o momento é de preservar vidas, por isso, decretou a suspensão das atividades no comércio e celebrações religiosas. Conforme, o Coronavírus traz sofrimento a toda sociedade e também à Prefeitura, cuja arrecadação já estava baixa, mas o foco agora é sair o quanto antes da pandemia.

 

De acordo com o decreto, determinados estabelecimentos ficarão fechados ou haverá alterações em suas funcionalidades num prazo de 15 dias, contanto a partir da próxima do dia 23 de março até 06 de abril. Segundo o Nelson Bugalho, o comércio em geral poderá atender aos clientes mediante pré-agendamento.

 

Sendo:

 

Comércio

Ficam fechados: shoppings centers, galerias; lojas de comércio varejista e atacadista; teatros, cinemas, casas de espetáculo; restaurantes, bares, pubs, lanchonetes; casas noturnas, tabacarias; clubes, associações recreativas; academias; clínicas de estética, salões de beleza; hotéis e hospedarias (pessoas oriundas do exterior); e quaisquer outros serviços privados de atendimento ao público.

 

Ressalta-se que o comércio varejista e atacadista (bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias e qualquer outro do ramo alimentício) deverá fazer o atendimento exclusivamente por serviços de entrega (delivery). Já as feiras livres poderão sofrer alteração na disposição das barracas para evitar aglomerações.

 

Bancos

Já bancos, cooperativas de crédito e cartórios extrajudiciais devem dar preferência ao atendimento eletrônico, evitar atendimento presencial nas agências ou limitar o número de pessoas por meio de prévia distribuição de senhas.

 

Transporte Público

A frota será reduzida em 50% em horários e linhas que serão estabelecidas pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Cooperação em Segurança Pública, mantendo-se a linha da saúde e horário de pico. Também será evitado o transporte de pessoas em pé e a entrada de idosos.

 

Zona Azul

Por esse período, também está suspensa a cobrança do estacionamento rotativo de veículos na chamada Zona Azul.

 

Casas de Velório

Deverão ficar fechadas das 22h às 7h, limitando o acesso máximo de 10 pessoas, com rotatividade, limitando-se a 4 horas de duração.

 

 

Pelo menos por 30 dias:

Igrejas e Templos

Em reunião com líderes religiosos nesta quinta-feira (19), Bugalho aconselhou que imediatamente instituições religiosas suspendam a realização de missas, cultos e eventos religiosos, pelos menos no prazo de 30 dias ou de acordo com a situação epidemiológica do município. Quem descumprir, poderá ter o alvará de funcionamento cassado.

 

 

Apenas mantém normalidade:

Serviços de saúde em geral; rede de distribuição e venda de medicamentos e gêneros alimentícios (farmácias, açougues, padarias, mercearias, mercados e supermercados, mediante o controle de acesso para não gerar aglomeração); geração e transmissão de energia e gás; postos de combustíveis e lojas de conveniência; SABESP; veículos de imprensa; clínicas veterinárias e suprimento animal; oficinas mecânicas e serviços de guincho.

Esses estabelecimentos com funcionalidade autorizada deverão disponibilizar fácil acesso a kits de higiene em seus setores.

 

Fonte: Governo Municipal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *