O turismo é uma das atividades mais relevantes da economia nacional, em virtude de sua capacidade de geração de renda e indução ao desenvolvimento. Mas, você sabe como ele é realizado?

 

Primeiramente, esse segmento visa atender as expectativas das pessoas que adquiriram os serviços turísticos, seja quando viajam a negócios, lazer ou para qualquer outra atividade fora de seu lugar habitual, e necessitam de serviços e orientação, bem como locomoção, locação de automóveis, alimentação, hospedagem e passeios, ou seja, uma consultoria turística especializada que facilite e otimize a experiência de viagem do consumidor.

 

Em entrevista ao jornal O Imparcial deste domingo (02/02), José Carlos Cavalcante, gerente regional do Sebrae, afirmou que o setor que mais tem crescido no oeste paulista é o de serviço, com maior geração de postos de trabalho, portanto, a região tem grande potencial para o turismo receptivo, seja náutico, religioso, de lazer, negócios, saúde e até o rural.

 

O desenvolvimento do turismo em uma região estimula o crescimento das empresas que atuam em toda a indústria turística, como hotelaria, gastronomia, agências de viagens, parques temáticos, aviação, transporte rodoviário, eventos e entretenimentos, entre outros segmentos.

 

Conforme Cavalcante, para que o turismo receptivo contribua com o desenvolvimento sustentável de uma localidade ou região com êxito, é necessário um programa de políticas públicas de apoio ao turismo por parte do poder público local ou regional, bem como investimento de empresários e envolvimento da comunidade com as ações de turismo.

 

Mais do que atrativos turísticos, para que seja sustentável, deve haver também outras ações estratégicas como marketing turístico, infraestrutura básica, posicionamento geográfico, acesso fácil e mão de obra capacitada para o atendimento, esclarece Cavalcante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *