O governo do Estado de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (19/10) a reativação do trecho ferroviário Panorama x Bauru, abrangendo os municípios de Dracena, Adamantina e Osvaldo Cruz. Ao todo, serão 72 cidades em 370 quilômetros de trilhos. Por pertencer à Malha Sul, Presidente Prudente, Presidente Epitácio, Presidente Venceslau e Rancharia ficaram de fora.

 

 

O presidente da UEPP entidade (União das Entidades de Presidente Prudente e Região), Marcelo Fritschy, a entidade vê com bons olhos este investimento, já que contempla a passagem e a reativação por importantes cidades. No entanto, a UEPP lamenta que o trecho que comporta Presidente Epitácio a Presidente Prudente não pertença neste plano, mesmo porquê, como sabido, Prudente foi inserido na Malha Sul, e a tal renovação atende apenas à Malha Paulista.

 

 

Conforme Fritschy, a UEPP continua em tratativas com a concessionária Rumo. “Foi nos garantido que será apresentado um estudo em 11 de novembro, e seguimos confiantes de que a concessionária enxergará nossa demanda regional”, pontua.

 

 

Investimento

Segundo o plano, as obras foram orçadas em R$6 bilhões, e prevê ampliação de pátios, modernização da via e melhoria na mobilidade, como passarelas e viadutos, que serão realizadas pela Rumo. Além disso, o objetivo é aumentar o escoamento de produtos de 35 milhões para 75 milhões de toneladas/ano ao Porto de Santos.

 

 

 

Empregos

 

De acordo com a Secretaria de Estado de Logística e Transportesa modernização, grande parte das obras deverá ser concluída nos seis primeiros anos, e vai gerar 134 mil empregos diretos e indiretos ao longo da concessão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *