Com decreto oficial a ser publicado na próxima segunda (30), a Prefeitura de Presidente Prudente anunciou nesta sexta-feira (27) o aumento para R$4,25 na tarifa do transporte urbano, que entrará em vigor a partir de 02 de janeiro de 2020.

 

A Prudente Urbano, concessionária responsável pelo transporte coletivo prudentino, havia apresentado no dia 11 de dezembro à prefeitura o relatório de custos operacionais e a proposta de reajuste da tarifa de ônibus na cidade para R$4,70.

 

 

 

Insatisfação

 

Entre idas e vindas, a munícipe Maria Inês depende de quatro ônibus todos os dias para trabalhar. “Dependo de duas linhas diariamente e todas estão sempre lotadas. Acredito que deveria haver mais opções de itinerários”, disse.

 

O bancário Marcos Mizuto utiliza o transporte urbano para trabalhar. Para ele, a tarifa não condiz com o salário do brasileiro. “O tempo que ficamos dentro do ônibus é relativamente curto, e se faz necessário a redução da tarifa, não aumentar”, declarou.

 

Para o pintor Marco Antonio Rodrigues, além do terminal urbano, os pontos dos quatro cantos da cidade são péssimos e precisam de revitalização constante. “Por falta de informações sobre itinerário, chego a ficar 40 minutos esperando ônibus”, relatou.

 

 

Terminal Urbano

Em novembro, a UEPP (União das Entidades de Pres. Prudente e Região) pautou a má infraestrutura e falta de conservação do terminal urbano central, localizado na Avenida Brasil.

 

Já nesta sexta-feira (27), o secretário municipal da Secretaria de Mobilidade Urbana e Cooperação em Segurança Pública (Semob), Adauto Lucio Cardoso, informou à assessoria de comunicação que a secretaria tem realizado orçamentos para pintura das estruturas de ferros e reposições das lixeiras. “As finanças com empenhos da prefeitura são fechadas em meados de dezembro e reabertos em janeiro, entretanto, estamos providenciando os de devidos reparos”, afirmou.

 

Abaixo assinado

No último dia 13 de dezembro, em conjunto com as Associações de Bairro do Parque Imperial e Parque Alexandrina e da Rede Amor e Esperança, a UEPP entregou ao secretário municipal Adauto Lucio Cardoso o abaixo assinado com 1100 assinaturas de munícipes contra a tarifa de ônibus vigente no valor de R$4,10.

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *